Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

A diferença

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana+do+Castelo&Concelho=Mon%E7%E3o&Option=Interior&content_id=4861965

Para os outros é só uma criança no meio de uma centena. Para nós é uma menina de sorriso alegre e fácil.

injusto

Hoje tenho o meu coração apertado. Tão apertado como ha uns anos atrás.

Hoje queria ter a varinha de condão que me faltou no passado para poder mudar essa história, esse diagnóstico.

É só um anjo... 

 

Estou revoltada. 

Sensível

Hoje acordei mais sentimental!

Talvez o mal seja das hormonas...

Eu nem sou de saudosimos mas tem dias e datas que me trazem lembranças boas de momentos tão próximos quanto a memória o permite... Sorrisos, gestos, palavras...

Recordo que pedi tantas vezes para parar o tempo e hoje reparei que o importante não era parar mas sim aproveitar melhor: ficar mais um minuto, contar mais uma piada, rir mais uma vez, dar mais um colo, dar mais um beijo, dar mais um abraço!

. Afinal cada dia só acontece uma vez!

Parabéns a você

Apesar de saber que o tempo não pára, dei de conta que ele anda mais depressa do que aquilo que a gente quer.

 Sei que perdi muitos sorrisos e muitos centímetros. Cresces tão depressa e a culpa nem é do tempo, é minha por não ter tempo para te ver crescer.

Mais uma vez falta-me coragem para te dizer que te adoro. Que há 6 anos que te adoro e que por muito que esteja ausente o meu amor por ti cresce à mesma velocidade que tu cresces.

Consola-me que um dia tu poderás ler aquilo que te escrevo e espero que percebas que eu nunca fui muito boa a verbalizar sentimentos, sempre me senti mais confortável com a escrita!

Feliz aniversário meu pequeno homenzinho. Que este dia se repita por muitos anos.

Medos

Às vezes dou comigo cheia de medo!

Medo do que está para vir. Medo de ver episódios passados repetirem-se. Medo de não ter coragem, de não ser capaz!

E se perco as asas que demoraram tanto tempo a crescer (e que eu demorei tanto tempo a abrir)? Como vou voar mais alto e ao mesmo tempo ter os pés no chão?

Boas desculpas

Tem 3 anos e teve de ir para a escola.

Pois é, mas ela preferia estar em casa da avó a fazer coisas divertidas como deitar de comer ao vasto leque de bichos que existem no quintal ou a brincar com os cães!

Na primeira semana de aulas até era divertido e fazia birra todos os dias quando o pai ou a mãe a iam buscar à escola. Mas foi só a primeira semana!

As semanas seguintes tem sido um desenrolar de situações reveladoras de uma grande imaginação só para conseguir (inutilmente) não ir à escola.

Uma das últimas:

"-Vamos para a escola! "

"-Não quero ir! "

"-porquê se tens lá os teus amiguinhos? "

"-O meu amigo está dentro da barriga da meni! "

 

Esperta a miúda!!!!!

esqueçam a cegonha

Ter sobrinhos é fantastico.
Eu, particularmente, adoro.
Foi bonito ver a cara da minha sobrinha quando eu lhe disse que dentro da minha barriga estava um priminho.

Mais engraçado tem sido responder aquelas perguntas que qualquer criança faz:
"- Como entrou o bebé para dentro da tua barriga?"

"- Como vai sair de dentro da barriga?"

"-Quem o vai tirar daí?"

 

É encantador!!!!!

Minhas Anas

Estes últimos meses as variações de humor são constantes.

Não tem sido fácil lidar comigo (às vezes nem eu me aguento!!!)

Não me sinto só. Tenho muita gente para me mimar e me ajudar a entender as mudanças. Mas... sinto falta de 3 pessoas que eu adorava ter aqui neste momento.

A "minha menina" que hoje já seria uma senhorita e que eu ia gostar de a ter aqui para descomplicar tudo e fazer as suas sugestões.

As minhas Anas... engraçado como temos tanto em comum! Tenho a certeza que elas me iriam entender melhor que ninguém. Passaram por situações idênticas à minha; e por muito que neguem somos tão parecidas.

Por motivos emocionais aprendi a pensar que as pessoas só morrem quando nos esquecemos delas.

A grande viragem

É óptimo... e assustador!

Eu que não sei pensar a longo prazo (adoro viver um dia de cada vez) vi-me a perguntar: "Como vai ser daqui a 9 meses?" "Como se educa uma pessoa?" "Como vai ser quando estiver doente?" "Como me vou sair num trabalho a tempo inteiro para o resto da minha vida".

Acabei de me formar em marketing e não em maternidade! Tenho projectos e planos profissionais...

Não sei como vai ser o amanhã. Não sei como se faz para ser a a melhor mãe do mundo (tenciono seguir o exemplo da minha mãe e de outras mães que se saíram tão bem!)

Sei que é óptimo sentir os pontapés e ver a barriga a crescer.

Quanto a tudo o resto lá chegará a altura de pensar nisso! Afinal não quero sofrer por antecipação. Quero aproveitar para dormir a noite toda enquanto ainda posso!

A ti

Porque és o meu primeiro pensamento quando a coisa torce ou quando corre bem. Isso justifica-se pelo teu exemplo.

Eu sei que é feio, mas invejo a tua coragem. Por isso quando tudo parece torto eu penso em ti... penso no jeito como vias tudo de forma simples! E quando corre bem? Lembro os 5anos em que me ensinaste a ser melhor.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D