Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

14 meses

Assinalamos mais um mês que se completa.

São 14 meses.  

São tantos momentos bons. Tantas coisas que fazes .

Já procuras o copo quando tens sede e já queres beber sozinho.

Já queres comer sozinho, com talheres de adulto! 

Já queres fazer tanta coisa...

Cresces tão depressa!

o mundo está a arder

Esta era das tecnologias da informação e redes sociais é um espetáculo. 

A Amazónia arde, Portugal arde, a Sibéria arde... o Mundo arde e "ouve-se coisas fanáticas fantásticas!

Por um lado temos os amantes do apocalipse a anunciar o fim do mundo através do fogo! 

Meus amores: caminhamos para a extinção por "sufucamento". A continuar assim vamos ficar sem ar antes de arder ( e o engraçado é que acabando o oxigéio não há mais fogos).

Pelo outro lado temos os amantes da política. Quando leio o que eles dizem fico sem saber se estamos a falar do meio ambiente ou a ensinar as crianças a atravessar a passadeira. O discurso anda entre direita, esquerda, direita, esquerda, centro, extremos; e não sai daqui!

O que eu posso dizer, usando o exemplo de Portugal, é que as causas dos desastres ambientais não está nos partidos políticos. Em Portugal existem DOIS partidos dedicados á natureza e não é por isso que deixou de existir incêndios, descargas de residuos nos rios, etc!!! 

Ainda há os que defendem que é a criação de animais que aumenta o aquecimento global: tem toda a razão e a prova disso está no facto de que quando existiam mais animais para consumo humano do que veiculos motorizados, não havia aquecimento global!

As causas não estão nos partidos políticos, na produção de bovinos, suinos, ou outros animais...

Eu acho que as cauas estão em mim (em nós), e nessas manias do mundo moderno. 

Consumimos de mais, respeitamos de menos. 

Durante milhares de anos vivemos do que a natureza nos oferecia, hoje roubamos a natureza! Amanhã, os nossos filhos vão ter grandes tecnologias e casas luxuosas, mas não tem ar!

Greve dos motoristas: reflexão

Pertenço ao vasto número de portugueses que abastece em Espanha todos os dias (sim eu sei que somos uns sortudos!)(também pertenço ao grupo de portugueses que já viu espanhóis a abastecer em Portugal...)

Sobre a greve dos motoristas...

Não fui directamente afectada, mas concordo que seja feita.  É um direito. 

Não me parece que estas greves dêem frutos. 

A primeira reflexão sobre esta greve: estamos num país onde te permitem fazer greve desde que não atrapalhes o bom rendimento das empresas...

Reflexão número 2: a única coisa que conseguiram foi expor as condições miseráveis em que trabalham... fazer valer direitos e obter garantias: não ficou muito claro...

Ouvi falar noutra greve, depois das férias... Sim porque isto de faltar combustível quando o país está cheio de turistas e emigrantes é um problema para a imagem do país.... 

 

Confissões

Há pouco mais de um ano descobri que o meu cabelo de cor incerta  (varia entre ruivo e os 3 tons de castanho  (claro até escuro )tinha ganho outro tom: o branco! 

Fiz um escândalo! Senti que estava a envelhecer muito rapidamente... não sei, não gostei!

Há uns dias fiz uma habilidade: eu (própria )cortei o meu  cabelo! Abusei no "escalado" deixando grande parte dos meus cabelos brancos a descoberto!

Neste momento, estou a gostar. 

Não me sinto mais velha por ter mais uma cor no meu cabelo. E , sinceramente, acho piada... 

Desde o ano passado que andava a pensar em voltar a pintar o cabelo. Agora, não me apetece faze-lo 😊

Não é desleixo. Sinto me bem assim. Talvez mais tarde mude de ideias! 

Agora, quando me olho no espelho, lembro de uma frase que a sra Simone de Oliveira disse: " Eu não tiro as rugas, lutei tanto para as ter!"

Talvez seja esse o "ângulo " com que vejo o meu cabelo: eu não estou a ficar velha, estou a ficar com mais tempo vivido! 

 

 

Os primeiros passo do L.D.

Há uma semana que o pequeno caminha sozinho. 

Tem sido uma semana bastante atarefada, com o pequeno a mexer onde antes não chegava, a tentar fugir para a rua ( o problema são as escadas); e a cair com uma frequência desmedida... 

Adoro a maneira desordenada como caminha. Adoro a alegria dele por caminhar sozinho. 

Depois há aquela nostalgia de saber que não vou voltar a passar por isto  . E uma ideia começa a passar pela cabeça: "daqui por 4 anos já nãao tenho bebés em casa".

Bem dito

Enquanto há notícias de que países plantam milhões de árvores na esperança de reduzir os  danos do aquecimento global  (sim, porque só doidos é que sabem que as árvores dão sombra, humidade, oxigénio e ainda reduzem o CO2! Só os doidos. ..).

 Outros países, na Europa, sofrem com o intercalar de ondas de calor e chuvadas exageradas...

Em Portugal, este cantinho à beira mar plantado, o que se passa é mais ou menos isto: Portugal-e-fogo-que-arde-sem-se-ver-maneira-de-parar

Vanha-nos a bondade de São Pedro que já percebeu que,  se com temperaturas razoáveis arde tudo, se nos enviasse ondas de calor,  ficávamos todos incinerados! 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D