Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

Quinta à noite

Quando a vida dá uma volta das grandes. Desabafos. Ilusões e desilusões. Mudanças. Novos rumos. Vitórias

faça um minuto de barulho?

Fazer o quê?

Querem mesmo ser uteis? Denunciem, eduquem, ensinem...

Vamos continuar a reagir? Vamos continuar a contar vítimas? Vamos continuar a homenagear?

Não será melhor agir, antecipar, denunciar, ajudar?

Há pessoas a serem agredidas em espaços publicos, cheios de gente. O que aconteceu: a vítima levou e os transeuntes olharam e viraram a cara para o lado. 

Morreram mulheres em frente a espaço publicos e ninguem evitou... 

Vamos continuar com minutos de silêncio e barulho, mas sem sair do nosso conforto!

andei a ver os cabeçalhos dos jornais

O maior governo da democracia tomou posse. 

Um assintente vai para o parlamento de saia.

As escolas ainda não tem os professores necessários.

Governo debate Programa de Governo.

Um homem vai de saia para o parlamento.

Mais mortes em tiroteios nos EUA.

Mais um "discurso" do sr Bolsonaro.

Desacatos e mais desacatos nas ruas desse mundo fora.

Confiança dos consumidores estagna a economia.

Depois disto:

Pergunto-me se o grande problema da atualidade é a roupa que cada um veste... 

Pergunto-me qual é a magia para não existir orçamento para mais professores, mais médicos, melhores condições nos serviços públicos, mas existe dinheiro para mais ministros, mais secretários, etc...

(P:S.: reflexões de quem só leu os titulos)

 

16 meses

Estás a dar comigo em doida. 16 meses e não há meio de dormires como deve de ser... 

Estou em modo  zombie e nem sequer é para o halloween...

Adoro-te. Esse sorriso é delicioso. O teu vício de beijos é encantador. ..

Amo-te muito  (mas preciso de dormir um pouco mais!)

Parabéns homenzinho

Já passaram 10 anos. 

Tanto tempo. 

Tantas coisas que eu estou a perder. 

Mais um ano que uso esta data para te pedir perdão pela minha ausência. 

Nem sonhas o quanto me doí... 

Desejo te o melhor de tudo de bom que podes ter. 

Desejo que sejas sempre muito feliz. ( e no meu interior, desejo que um dia me perdoes. 

Posso não estar aí, mas continuo a trazer te no meu coração. Amo te muito meu menino.

O Paulo

Fomos colegas de trabalho. Daqueles colegas que andam sempre a assobiar. Daqueles colegas que estavam sempre prontos para desenrascar o outro colega.

O Paulo anda a 5 anos numa luta dura. 

Acabei de  o encontrar, e lá veio ele com o sorriso do tamanho do mundo e  braços abertos pronto para um abraço. 

O Paulo está naquela fase em que vive um dia de cada vez... 

Já perdeu a esperança de ganhar esta luta. Mas não perde o sorriso. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D