Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quinta à noite

"Mereces todas as coisas boas que a vida tem guardado apra ti!" - Para lembrar

Quinta à noite

"Mereces todas as coisas boas que a vida tem guardado apra ti!" - Para lembrar

Mais uma opinião

Desta vez de Carmem Garcia 

E por ser tão de acordo com o que ela diz, copiei:

"A maturidade e a maternidade trouxeram-me a certeza de que ser contra o aborto significa não o fazer, mas jamais significa impor a outras mulheres que não o façam. Cada mulher com a sua escolha. E, sim, falo apenas no feminino porque, mesmo sendo um tema que diz respeito a ambos os progenitores, em última instância é sempre da mulher a palavra final. E cada vez tenho mais dificuldade em perceber quem se arroga a decidir pelos outros e insiste em impor-lhes os seus valores. São contra? Eu também. Então não o façamos. Deixemos é que quem não é contra possa fazê-lo. E deixemos para os tribunais o julgamento alheio e para a justiça a imposição de regras. É muito feia esta coisa do complexo de Deus."

 

4 anos

Ha 4 anos vieste aumentar a família.  Vieste multiplicar o amor e as noites sem dormir. 

Multiplicaste os mimos, os sorrisos, as traquinices e as birras. 

Estás feliz porque já és grande.  Já tens 4 anos e perguntas se demora muito ser do tamanho da mãe e do pai.

És o pequeno que escolhe o sossego do seu mundo à confusão de conquistar espaço no mundo lá fora.  Mas depois sorris e conquistas espaço no coração de quem te rodeia. 

És o teimoso que não quer falar direito porque tu é que estás certo e o resto do mundo é que fala incorrecto. 

És aquele que quer muito crescer.  Fazer o que o irmão faz. Mas não abdica de seres tu mesmo. 

És o nosso amor. 

 

Sobre coisas no Mundo

Hoje, no dito, país do "Sonho Americano" a Lei recuou mais de 50 anos. ( ATENÇÃO: é o mesmo pais que liberaliza o uso de armas). 

Por coincidência, e noutro contexto, eu encontrei esta citação: "A saúde e o bem-estar femininos deixados aos cuidados de uma ideologia masculina tornaram-se, na melhor das hipóteses, negligentes, ignorantes e violentamente opressivos", da senhora Sharon Stone.

Quantos dos Juizes que decidiram eram mulheres?

Sim, eu sei há Juizas brazileiras impedem crianças violadas de abortar! E lá a lei até o permite!

 

Isto sim, é antinatura

Mais uma criança morta...

Por dinheiro? Por vingança? 

Seja qual for a razão... é um crime sem explicação lógica. 

As notícias falam em dívida por serviços de bruxaria. 

E eu tenho a certeza que na idade média mataram muitas bruxas por razões muito menos graves. 

O que desejo a todos aqueles que fazem mal a inocentes: que dentro da prisão encontrem alguém que saiba o que eles fizeram e que não tenham nada a perder! 

 

 

Aceita

Talvez o vermelho 

Não seja igual noutros olhos.

Talvez essa ferida 

Não dói noutros joelhos.

Talvez o céu 

Seja azul marinho 

E o mar seja celeste.

Talvez recebesses,

Quando só viste o que deste!

Aceita!

Sao tantos os outros olhos.

Porque têm de ver o mesmo que os teus?

Aceita. 

Talvez o errado

Não seja igual em todo o lado.

Aceita.

Hoje o sol nasceu dourado,

Mas também já o vi de tantas outras cores.

Aceita.

O tempo não passa igual em todos os relógios;

Há ponteiros onde ele dói mais. 

Aceita!

Não é sarcasmo é ironia!

Começar pelo hacker:

Olá meu caro,
diz que tem acesso a tudo o que faço com os meus dispositivos, mas depois pede-me uma quantia de dinheiro pelo seu silencio momentaneo...

Se realmente tem acesso aos meus dispositivos, conseguirá saber que eu passo a vida a fazer contas ao ordenado e a enviar corriculos... Como acha que pago o seu silencio? Quer batatas? Se a seca não se agravar sou capaz de colher uns quilinhos... poucos, quisto de esperar que Deus Nossenhor mande chuva não está a correr bem! (Vai-se a ver e ele também já está numa de racionalização da água!)

Agora ás superficies comerciais que tem maquinas selfservice, mas cobram o mesmo valor do que antes das máquinas ( uma história veridica):

- Não reparou que temos balanças para pesar a fruta? 

- Sim reparei!

- E porque não a pesou?

- Quanto recebo por isso?

- Como assim?

- Eu vou estar a trabalhar para esta empresa, então tenho que receber por isso. Qual o desconto por eu estar a pesar a fruta?

....(silencio).... 

(Já agora, é a mesma politica para as caixas de supermercado automáticas!)

 

 

O meu segredo

Eu, aquela que há alguns anos, (depois de ver a sobrinha ter uma convulsão) jurou que  nunca, MAS NUNCA, iria ter uma filha!

Sou eu mesmo que anda a sonhar com 2 gémeas lindas e vivo com o desejo de ter uma filha!

 

Depois o frigorífico avaria e eu lembro me que sou pobre! 😏

(Mais filhos só na próxima reencarnação!)

Soldado

Quanto te pagam?

O que recebes vale aquilo que fazes?

Cobra as vidas que se perdem?

Será que a vida do teu avô vale isso?

A do teu pai, irmão, amigo?

E a do teu filho?

Quanto vale o teu desassossego que compraste?

Quanto vale esse uniforme?

Quanto te ficam a dever?

SER CRIANÇA (O desafio do melro)

https://merlo.blogs.sapo.pt/ser-crianca-104953

Gosto destes desafios, mas perco-me sempre pelo caminho.

Hoje vou tentar acabar o texto...

As minhas memórias de criança, tal como as do "Melro", também tem o relógio do sino da igreja e a bicicleta BMX.

Tem, em todas elas a minha irmã!

Tem o Bobby. O primeiro Bobby que foi o meu melhor amigo durante 3 anos e que alguem matou por crueldade. Tem a Riquinha, a nossa primeira cadela, que veio para a nossa casa com 3 semanas e nos acompanhava, para todo o lado, num berço de um nenuco que a minha madrinha me deu.

Tem as viagens no carro de vacas ou no carrinho de mão.

Tem a alegira do mês de Agosto com  os imigrantes a voltar á terra, as festas e as brincadeiras com os meus primos de frança.

Tem os beijos da Tia dos Beijinhos (cuja memória ainda me faz doer as bochechas) e os espirros do tio Adão que nós ouviamos em casa!

As minhas memórias de criança tem tardes infindáveis a pastorear as ovelhas; tem as lavradas com as vacas, tem perus que picavam e cordeirinhos que nos mamavam nos dedos.

Tem os banhos no tanque da roupa; o saxar os campos de milho e o brincar nos "regos" da água dos regadios. Tem trutas que apanhavamos nos dias de rega.

Tem tardes de domingo deitadas no chão para apanhar grilos.

As minhas memórias tem a casa da avó a fumegar e o cheirinho a fritos com canela que ficava na casa nas festas de natal e fim de ano.

As minhas memórias tem o ralhete e a palmada que a avó nos deu por ter-mos aproveitado o facto de ela e o avô terem ido ajudar a apagar um incendio, para fugirmos e irmos brincar com uma vizinha.

As minhas memórias tem sonhos. Muitos sonhos. Muita alegria, muita liberdade...

 

As armas

"Não tenho medo da armas, mas das mão onde elas estão!"

Mais uma vez o protagonismo ao Covid e à "Invasão Russa" foi roubado. 
Ou será que é o Covid e a "invassão Russa" que anda a roubar protagonismo á lei de porta de armas, ao lobby dos fabricantes de armas...

Nos ultimos dias as redes sociais estão cheias de homenagens, de fotografias das crianças no momento em que ainda eram crianças e felizes. 

Nos ultimos dias a pergunta é Porquê?

Porque a maior potencia não acaba com este massacre de inocentes? Como é possivel que qualquer um tenha acesso a aqualquer tipo de arma?

A resposta é tão facil: porque a morte é mais lucrativa! Porque o poder e o dinheiro valem mais que as pessoas, que as crianças, que os inocentes! Porque aqueles que usufruem do lucro não morrem com as armas. 

A guerra não vai acabar, as leis não vao mudar... Porque há armas, porque a morte dá lucro!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub